FISIOTERAPIA NO TRABALHO


FISIOTERAPIA  NO  TRABALHO

A fisioterapia do trabalho é uma área que atua na prevenção, resgate e manutenção da saúde do trabalhador, abordando diversos aspectos como ergonomia, biomecânica, ginástica laboral e a recuperação de queixas ou desconforto físicos. Tem como objetivo melhorar a qualidade de vida do trabalhador, evitando a manifestação das queixas e patologias músculos-esqueléticos de origem ocupacional ou não, gerando aumento do bem-estar, desempenho e produtividade.

O termo LER é a abreviatura de Lesões por Esforços Repetitivos e consiste em uma entidade, diagnosticada como doença, na qual movimentos repetitivos, em alta frequência e em posição ergonômica incorreta, podem causar lesões de estruturas do sistema tendíneo, muscular e ligamentar.

O trabalho expõe o funcionário a uma série de potenciais de riscos, muitas vezes gerando grandes custos e problemas para a empresa. O Fisioterapeuta passa a ser um profissional fundamental, atuando no processo de concepção e correção dos postos de trabalho e ainda, colaborando para as melhorias da realização das atividades.

A tecnologia está associado ao sedentarismo, sendo assim o homem está vivendo um estilo de vida em que os computadores restringem movimentos corporais. Essas tecnologias vieram para facilitar o trabalho, diminuindo o tempo de execução de qualquer tarefa a ser realizada, porem o esforço muscular torna-se resumido a digitações. Todavia, quando utilizado de maneira excessiva e errônia, o computador pode mudar o estilo de vida do ser humano em todas as atividades de vida diária.                                             

A ginástica laboral ajuda a prevenir e/ou diminuir os sintomas de dor relacionado a doenças ocupacionais, como tendinites e distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho. Também é considerada um programa de qualidade de vida no trabalho e de promoção a saúde que é realizado durante o expediente de trabalho.

Essa atividade possui vários objetivos, dentre eles, busca evitar vícios posturais, aparecimento de fadiga por posturas extremas, estáticas ou unilaterais, visa o equilíbrio físico e mental, redução do estresse, descontração, integração, socialização entre os trabalhadores e motivação para retornar ao trabalho. Ela também objetiva a quebra de monotonia das atividades, através das atividades físicas em grupo
Os programas de qualidade de vida e de promoção de saúde previnem os efeitos negativos do trabalho e da utilização inadequada do computador sobre o corpo. A ginástica laboral foi elaborada para melhorar os movimentos executados durante o trabalho, melhorar a postura, aumentar a resistência muscular, promover o bem-estar geral e melhorar a qualidade de vida .

Priscila Machado - Fisioterapeuta

Crefito 5: 160. 697 – F

Seja o primeiro a avaliar!


Adicionar aos favoritos

22 dez 2016


Por Priscila Machado
Anuncie